quarta-feira, 19 de março de 2008

Clã em Santarém (15/03/2008)

Cerca de 5 mil pessoas vibraram esta noite em Santarém ao ritmo dos Clã, que subiram ao palco cerca das 22 horas para aquecer uma noite fria, mas com muito calor humano presente nas Festas de S. José, já que 20 mil visitantes preenchiam o recinto das Festas.

"H2omem","Problema de Expressão","Sopro do Coração", "Dançar na corda bamba", temas imortalizados pela banda, assim como "Tira a teima" e "Sexto andar" singles retirados do novo álbum "Cintura", foram alguns dos temas com que os Clã brindaram a assistência escalabitana, que mostrou saber na ponta da língua as letras das canções da banda do Norte.

Manuela Azevedo, vocalista dos Clã, puxou pela assistência ao dançar ao som do canto entoado pelos fãs da banda de Vila do Conde. Perante tal cumplicidade, entre a banda e a assistência, não admirou que no final o público tivesse pedido "só mais uma", levando os músicos a subir ao palco uma vez mais para presentearem a assistência com mais alguns temas.

Fonte: Câmara Municipal


(...) “desta vez fomos surpreendidos pelo magnífico bom gosto na escolha do cartaz. Este ano fomos presenteados com a presença dos Clã. Foi um concerto espectacular. A Manuela Azevedo é um verdadeiro furacão no palco. A sua energia contagiou toda a multidão e algumas pessoas nem sabiam para o que vinham.

Deixem-me partilhar convosco a presença de uma sexagenária completamente alcoolizada que estava agarrada as grades, coladas ao palco. Crivada de rugas marcadas pela vida, vestida com trapos, saltava com euforia balbuciando como podia algumas palavras soltas e sem sentido.
Com o efeito alucinante do álcool estava a ter uma verdadeira trip. Delirou com o concerto do princípio ao fim e deixou-nos de boca aberta ao tentar imitar a vocalista, que no álbum Cintura promove os movimentos do corpo.

Vivam os free concerts!

Fonte: Marta



Foto: João Ribeiro (Flickr)

1 comentário:

Marta disse...

Não tem qualquer problema utilizar o meu texto.
Escrevo para o mundo e fico contente por partilhar os meus momentos.
Foi sem duvida um concerto fantástico.

Obrigado.